Empresa contratada pela Cesan é cobrada por falta de pagamento

Empresário chegou a estacionar máquinas em frente ao galpão para tentar receber.

Por Estevão Gomes 11/10/2019 - 13:37 hs

A empresa Park Mineradora estacionou suas máquinas e caminhões na porta da empresa Shaliha no dia 08 de outubro, às 7 horas da manhã, para tentar receber uma conta de mais de R$ 170 mil por serviços prestados com caminhão desde de janeiro, venda de saibro e serviço de escavadeira e para construção da ETE – Estação de Tratamento de Esgoto. Este último já chega a um ano sem pagamento. 

A empresa iniciou as obras em Iúna há aproximadamente dois anos por quase vinte milhões de reais, contratada pela Cesan, para substituir toda a rede de esgoto da cidade, construção de ETEs e ligação da rede de esgoto às residências. Eles fizeram contratação de terceiros para a prestação de serviços e a empresa Park vem reclamando a falta de pagamento há mais de oito meses. 

Essa é a terceira vez que a empresa Park encosta suas máquinas na porta da contratante com objetivo de discutir com os encarregados a possibilidade de acertar os atrasados. Toda vez que procuram a gerência, eles prometem uma data para o pagamento e não cumprem. 

Nas duas vezes anteriores, representantes da Cesan disseram que ia interceder junto à empresa para efetuar os pagamentos, alegando que o pagamento da Cesan pelos serviços prestados em Iúna tem sido feito imediato às medições. 

Nesta última tomada de decisão, o proprietário da empresa prestadora de serviços Park, Geraldo Antônio, decidiu não mais tirar a patrol da frente da empresa porque não acredita mais nas promessas. Ele disse que poderá tomar medidas judiciais cabíveis, mas está procurando acertar amigavelmente para não causar danos à Shaliah e à Cesan.